Depilação íntima masculina: as maiores dúvidas e queixas dos homens sobre o procedimento a laser

Depilação íntima masculina: as maiores dúvidas e queixas dos homens sobre o procedimento a laser

Escrito em 22/07/2022
Thaynara Figueredo

A depilação íntima masculina tem ganhado cada vez mais adeptos ao longo dos anos. Os motivos que levam os pacientes aos consultórios são diversos, como a necessidade de melhora da autoestima e hábitos de higiene. Sejam quais forem as razões, o fato é que a depilação íntima a laser tem se demonstrado um hábito rotineiro entre os homens de diferentes idades.

Apesar da crescente popularidade, a depilação a laser ainda é permeada por dúvidas entre os pacientes. Isso porque ela possui características únicas que garantem resultados melhores e mais duradouros comparados aos obtidos em outros métodos, sobretudo quando o assunto é a depilação íntima masculina.

Nesta publicação buscamos esclarecer as principais dúvidas desse procedimento, para que pacientes e profissionais se sintam seguros em aplicá-lo. Então, se você deseja saber mais sobre a depilação íntima masculina a laser, leia este conteúdo até o final e esclareça todas suas dúvidas.

Principais dúvidas sobre depilação íntima masculina:

  • Como a depilação masculina a laser funciona?

A depilação a laser é o único procedimento capaz de inibir o crescimento dos pelos a médio prazo, já que atua diretamente nos folículos capilares. Motivo pelo qual os aparelhos liberam ondas de laser de diferentes comprimentos que possuem como alvo a melanina presente nos bulbos foliculares.

O encontro entre as ondas de calor do laser com a melanina eleva consideravelmente a temperatura na região tratada, sem afetar áreas adjacentes. Como resultado, os folículos capilares são destruídos e ficam incapazes de nascerem novamente, logo os pelos da área tratada não são renovados.

  • Todos os lasers são iguais?

Não! Os pelos do nosso corpo possuem características distintas a depender da área em que estão localizados, sobretudo no que diz respeito ao seu fototipo. Além disso, as pessoas também possuem diferenças anatômicas que podem influenciar na maneira como o pelo se comporta durante a depilação. Por esse motivo, é essencial que os aparelhos de depilação a laser trabalhem com diferentes comprimentos de ondas.

O Laser Crystal 3D Plus, por exemplo, opera com três comprimentos de onda indicados, porque eles visam estruturas diferentes dentro do folículo do pelo. Dessa forma, o equipamento consegue eliminar com eficiência os pelos sejam quais forem suas características ou a área tratada. Os comprimentos de onda do Crystal 3D Plus são:

  • Laser de Alexandrite: possui 755 nm de comprimento, por isso é indicado para o tratamento de pelos claros e finos.
  • Laser de Diodo: com 810 nm de comprimento, esse laser é indicado para pelos de fototipo mais escuros.
  • Laser Nd-Yag: 1064 nm de comprimento, logo é indicado para o tratamento de pelos profundamente enraizados.
  • Em que partes da região íntima masculina é possível fazer depilação a laser?

A depilação a laser pode ser aplicada em diferentes partes do corpo, incluindo a região genital masculina. Ela pode ser feita na região da virilha e no ânus, ficando a escolha do paciente. Outras áreas do corpo também podem ser tratadas com eficiência, como as axilas, pernas e até mesmo a barba. Entretanto, é preciso que o equipamento possua aplicadores adequados para que o procedimento seja seguro e confortável para o paciente.

  • A depilação íntima a laser dói?

CryCooling é um sistema de refrigeração sinérgico

Não dói, mas pode causar um pequeno desconforto em áreas mais sensíveis, como a virilha. Contudo, é preciso ressaltar que os equipamentos mais atuais já evoluíram de forma a minimizar ao máximo qualquer desconforto gerado ao paciente. O Laser Crystal 3D Plus, por exemplo, possui a exclusiva tecnologia de CryCooling que busca proporcionar mais conforto ao longo da aplicação.

CryCooling é um sistema de refrigeração sinérgico que busca anestesiar a pele tratada, além de proteger a epiderme. Para isso, o equipamento mantém a transmissão do frio desde o cabeçote até a pele, evitando que a mesma seja machucada durante a aplicação. Assim, mesmo durante a depilação a laser íntima, os pacientes não sentem um grande desconforto durante as sessões.

  • Depilar a região íntima é seguro?

A depilação a laser íntima masculina ou feminina é segura, desde que alguns cuidados sejam tomados. O primeiro é a escolha de um profissional devidamente capacitado para realizar o procedimento, pois o uso incorreto do laser pode gerar danos à pele independente da área de aplicação. Então, faça o procedimento em uma clínica confiável, preparada e com equipamentos modernos.

A região íntima é uma área sensível e que exige uma higienização adequada no nosso dia a dia, logo após as sessões é essencial manter esses cuidados.

  • Preciso deixar os pelos crescerem durante o tratamento?

Não é necessário, porque as ondas de laser atuam na raiz do pelo — diretamente no bulbo do folículo piloso. Dessa forma, ao contrário de outros métodos, o procedimento é capaz de inibir precisamente o crescimento de um novo pelo na região tratada. Motivo pelo qual, ao longo das sessões, os pelos vão diminuindo em quantidade consideravelmente.

A recomendação para os pacientes é manter os pelos, ou seja, evitar arrancá-los com cera ou outros métodos. Para quem ficar incomodado, a dica é utilizar lâmina no intervalo entre uma sessão e outra, assim os bulbos são preservados para a próxima aplicação do laser. Cremes depilatórios e tesouras também são permitidos!

  • O laser é considerado uma depilação definitiva?

Sim, é possível afirmar que a depilação a laser é definitiva. Conforme já explicamos anteriormente, o laser é capaz de destruir a raiz do pelo e, consequentemente, evitar seu crescimento. Contudo, é preciso ressaltar que alterações hormonais podem fazer com que os pelos voltem a crescer em algum momento.

Para evitar que eles voltem a dar as caras, é indicado que os pacientes realizem sessões de manutenção esporadicamente. A quantidade de sessões e o intervalo entre elas irá variar conforme as características de cada pessoa, por isso é essencial consultar um profissional.

  • Como se preparar para a depilação íntima masculina?

Quem deseja realizar uma depilação genital masculina ou em outras áreas deve se preparar de forma simples para as sessões. Na verdade, apenas alguns cuidados são recomendados antes e após o procedimento, tais como:

  • Raspar o pelo em média 3 dias antes das sessões;
  • Manter a região bem higienizada;
  • Não realizar o procedimento caso a pele esteja com lesões;
  • Em outras áreas, manter a pele bem hidratada e evitar a exposição solar.

Em caso de dúvidas, lembre-se sempre de consultar o profissional antes de realizar o procedimento ou solicitar liberação médica.

  • Quais os cuidados durante o tratamento?

Durante o tratamento depilação íntima masculina a laser os cuidados são basicamente os mesmos! O segredo é manter a área tratada bem higienizada no intervalo entre as sessões e, caso seja necessário, evitar procedimentos que “arranquem” os pelos. Dessa forma, os resultados serão cada vez melhores ao longo do tempo.

  • Como fica a pele após a sessão?

Após as sessões de depilação a laser íntima masculina é comum perceber a pele um pouco sensível e até mesmo vermelha. Afinal, o laser estará tratando diretamente a epiderme, causando pequenas lesões devido o contato do equipamento com a pele. Entretanto, conforme explicamos anteriormente, os equipamentos estão preparados para evitar desconfortos.

A principal dica para os homens que desejam investir em depilação íntima é buscar um profissional capacitado e com equipamento adequado. Dessa forma, será possível garantir uma sessão confortável, livre de desconfortos antes e após aplicação, além de resultados incríveis a longo prazo.

Outro ponto importante é se informar sobre os melhores equipamentos de depilação a laser do mercado, como o Laser Crystal 3D Plus. Assim, você estará apto para escolher a melhor alternativa para seu tratamento!