Qual a diferença de HIFU e HIMFU?

Qual a diferença de HIFU e HIMFU?

Escrito em 12/11/2020
Equipe Body Health

HIFU, HIMFU… O que essas siglas querem dizer? E qual a diferença entre elas? Nós contamos, aqui, o que você precisa saber.

Buscar estar bem com o seu corpo e com sua boa forma física faz parte da rotina de muitas pessoas hoje em dia. E, para elas, certamente a gordura localizada é uma grande inimiga do sonho do corpo perfeito.

Graças aos avanços tecnológicos na área da estética, já é possível recorrer a tratamentos sem cortes, com procedimentos confortáveis e não invasivos, como é o caso do ultrassom.

Antes utilizado somente no diagnóstico de doenças, agora essa tecnologia é uma aliada na redução da gordura corporal.

Mas, afinal, o que é o ultrassom?

O ultrassom é o nome dado às ondas sonoras de frequências entre 20 Hz a 20 Khz. Possui esse nome pois estão acima do limite audível de um ouvido humano.

Sua ação no tecido se dá pela natureza mecânica: a vibração gerada no tecido promove a oscilação de moléculas, gerando regiões teciduais de compressão e descompressão.

A frequência do ultrassom influencia na sua capacidade de absorção, o que influencia na sua profundidade de ação no tecido.

E como ele pode ser usado em procedimentos estéticos?

O ultrassom possui algumas variações para cada objetivo. Na estética é utilizado para tratamentos como adiposidade localizada e fibro edema geloide, mais conhecido como celulite.

Também é utilizado em pós-operatório, ajudando na prevenção e no tratamento de fibroses.

As duas principais formas de emissão de ondas usadas na estética são o HIFU e o HIMFU. Entenda cada uma delas!

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:
👉 Como o Ultrassom Focalizado influencia nos resultados contra gordura localizada
👉 4 melhores aparelhos de estética que não podem faltar em sua clínica

Vamos entender qual a diferença entre eles?

O Ultrassom Focalizado de alta intensidade (HIFU – High Intensity Focused Ultrassound) é uma técnica que utiliza alta potência e focalização de onda (ondas sonoras concentradas em um ponto específico, sem dispersão descontrolada de energia), permitindo mais energia e mais interação com o tecido.

O resultado disso é a destruição das células de gordura sem comprometer as estruturas ou tecidos do entorno.

Como evolução dessa técnica surgiu o HIMFU, onde o M significa Multifocado. Essa tecnologia possui não apenas um foco de emissão ultrassônica, mas sim múltiplos focos.

Permite que todo o tecido com contato com a superfície do cabeçote sofra ação da energia, promovendo maior campo de tratamento e, consequentemente, mais resultado. Se comparado ao HIFU, o tempo de tratamento é menor, já que trata áreas mais extensas ao mesmo tempo.

A ação desses tipos de ultrassom de alta intensidade nas células de gordura é capaz de causar lipólise, que nada mais é do que o processo de quebra do conteúdo delas, passando de triglicerídeos para ácidos graxos ou gliceróis.

Após o rompimento são liberadas no organismo, onde serão transportadas para o fígado ou serão oxidadas nos tecidos que precisam de energia. Nesse processo, há a redução do número de células na área, e consequentemente, a redução da gordura localizada.

É importante ressaltar que nesse tipo de tratamento é fundamental que o cliente seja comprometido com a prática de atividades aeróbicas paralelamente ao tratamento, para que os resultados sejam satisfatórios.

Então, quer ter acesso a mais conteúdos científicos como esse? Se inscreva no nosso canal do YouTube e receba notificações toda vez que um novo vídeo sair, com algum assunto que certamente será interessante para você!